Efeitos colaterais e contra-indicações da Spirulina

O crescimento da spirulina como um superalimento, nos últimos anos, é notável. Após seu uso ter sido praticamente esquecido durante séculos, o produto foi retomado na forma de suplementos, principalmente, por sua concentração de proteínas, vitaminas e minerais – além, é claro, da enorme concentração de antioxidantes.

Quando um suplemento torna-se tão popular, no entanto, é comum que uma parte essencial de sua apresentação seja esquecida: a possibilidade de efeitos colaterais e contra-indicações do produto. No caso da spirulina, que apresenta baixíssimas taxas de problema com este tipo de situação, é comum que o assunto seja totalmente ignorado.

O fato de apresentar poucos efeitos colaterais, no entanto, não quer dizer que não haja nenhum. Por isso, é importante conhecer o assunto para tomar uma decisão responsável ao consumir um suplemento tão poderoso quanto a spirulina. Confira:

A spirulina realmente é segura para todo mundo?

A spirulina pura é bastante segura para quase todas as pessoas. Por isso, é importante dar atenção aos níveis de pureza do produto, e a água utilizada em sua produção. Um fator importante a ser considerado, no entanto, é a presença de iodo nos suplementos. Quem possui algum tipo de sensibilidade ao iodo deve evitar consumir o suplemento, assim como as pessoas que apresentam problemas de regulação na tireoide.

Pessoas altamente alérgicas a frutos do mar devem dar atenção à possibilidade de reações à spirulina. Muitos que sofrem do problema conseguem consumir o suplemento sem efeitos adversos. Em outros casos, quando trata-se de uma alergia muito forte, é possível que o suplemento gere reações, e deve ser evitado.

Tirando estes casos específicos, no entanto, é possível afirmar que a spirulina é bastante segura e, sobretudo, útil para a grande maioria dos organismos.

Os possíveis efeitos colaterais da Spirulina

A Spirulina é uma fonte de proteínas de alta absorção, além de conte fito nutrientes, vitaminas e amino-ácidos essencial. Quando produzida de forma libre de pesticidas, aditivos químicos e metais nocivos para a saúde, ela praticamente não possui nenhum risco significativo de efeitos colaterais.

As maiores possibilidades dizem respeito ao seu uso incorreto. Por exemplo: alguém que já suplemente sua alimentação com alta dosagem de proteínas, mas resolva tomar doses completas de spirulina pode sobrecarregar o organismo, causando problemas a longo prazo. O mesmo pode ser dito em relação ao excesso de vitaminas (especialmente do complexo B). Por isso, se você já toma algum tipo de suplemento, é sempre útil consultar um nutricionista antes de adicionar spirulina à sua rotina.

A spirulina é segura para crianças?

Uma das grandes vantagens da spirulina é o fato de ser um dos poucos suplementos de alto impacto seguros para crianças. É necessário considerar que trata-se de um super-alimento, e não de um produto químico complexo e cheio de riscos. Além disso, a spirulina é uma excelente fonte de proteína vegetariana.

Quando extraída de maneira responsável e corretamente administrada, ela é muito útil para crianças e adultos. Para crianças, é ainda mais importante certificar-se de que a fonte do produto utiliza uma água limpa de contaminações e metais pesados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *